Não Se Pode Não Comunicar

Autores

  • Fernando Ilharco Universidade Católica Portuguesa, Lisboa, Portugal; Centro de Estudos dos Povos e Culturas de Expressão Portuguesa (CEPCEP), Lisboa, Portugal; Centro de Estudos de Comunicação e Cultura (CECC), Lisboa, Portugal https://orcid.org/0000-0002-8130-1328

DOI:

https://doi.org/10.24950/rspmi/COVID19/F.Ilharco/S/2020

Palavras-chave:

Comunicação, COVID-19

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Heidegger M. Poetry, Language, Thought. New York: Harper & Row; 1971. 2. Watzlawick P. Pragmatics of Human Communication: A Study of Interactional Patterns, Pathologies and Paradoxes. New York: WW Norton; 1967.

Cialdini R. Influence: The Psychology of Persuasion. New York: Harper Collins; 1984.

Cialdini R. Harnessing the Science of Persuasion. Harvard Business Rev. 2001;11.

Berger C. Communicating Under Uncertainty. In: Roloff M, Miller G, editors. Interpersonal Processes: New Directions in Communication Research. Newbury Park: Sage; 1987.p. 39-62

Fisher W. The Narrative Paradigm: In the Beginning. J Commun. 1985; 35: 74-89.

Cuddy A. Presence. London: Orion Books; 2016.

Damásio A. O Erro de Descartes. Lisboa: Publicações Europa-América; 1994.

Damásio A. The Feeling of What Happens. New York: Harvest Books; 2000.

Downloads

Publicado

21-12-2021

Como Citar

1.
Ilharco F. Não Se Pode Não Comunicar. RPMI [Internet]. 21 de Dezembro de 2021 [citado 5 de Julho de 2022];. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/234

Edição

Secção

Artigo de Opinião