Rastreio de Diabetes e Pré-Diabetes em Doentes Hospitalizados num Serviço de Medicina Interna

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24950/rspmi.2363

Palavras-chave:

Diabetes Mellitus/diagnóstico, Estado Pré-Diabético, Hemoglobina Glicada

Resumo

Introdução: Estima-se que em Portugal haja uma prevalência de diabetes de 14,1% sendo que, destes, apenas 56% estarão diagnosticados. Alargando-se o espectro à pré-diabetes, sabe-se que a prevalência conjunta é de 42,7%. Pretendeu-se determinar a prevalência de casos
não diagnosticados de diabetes e pré-diabetes em doentes
internados num Serviço de Medicina Interna e, desta forma,
inferir acerca da pertinência da realização sistemática de uma determinação de hemoglobina glicada (HbA1c) a todos os doentes admitidos.

Material e Métodos: Estudo transversal observacional
descritivo, no qual foram analisados os doentes admitidos
num serviço de Medicina Interna durante 15 semanas. Excluiram-se doentes com diagnóstico prévio de diabetes,
com patologias ou condições que interferissem com o doseamento de HbA1c e aqueles que, por critérios de ordem clínica ou ética, não beneficiassem do presente rastreio. Após identificação dos doentes elegíveis, determinou-se a HbA1c, tendo os doentes sido classificados como “Sem Diabetes”, “Pré-Diabetes” e “Diabetes”, calculando-se as respetivas taxas de prevalência.

Resultados: Registaram-se 518 doentes internados, dos quais 207 (39,96%) foram considerados elegíveis. Destes, 88 (42,51%) doentes apresentavam pré-diabetes. Por sua vez, os doentes com diabetes diagnosticada de novo corresponderam a 10,14% (n = 21) da população elegível.

Conclusão: Face à taxa de diagnósticos inaugurais de diabetes, parece haver pertinência para um rastreio à admissão por rotina, considerando a realidade local.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Sociedade Portuguesa de Diabetologia. Diabetes: Factos e Números – Os Anos de 2019, 2020 e 2021 − Relatório Anual do Observatório Nacional da Diabetes. SPD: Lisoba; 2023.

American Diabetes Association Professional Practice Committee. 2. Classification and Diagnosis of Diabetes: Standards of Medical Care in Diabetes-2022. Diabetes Care. 2022;45S17-S38. doi: 10.2337/dc22-S002.

Capozzi JD, Lepkowsky ER, Callari MM, Jordan ET, Koenig JA, Sirounian GH. The Prevalence of Diabetes Mellitus and Routine Hemoglobin A1c Screening in Elective Total Joint Arthroplasty Patients. J Arthroplasty. 2017;32:304-8. doi: 10.1016/j.arth.2016.06.025.

Mazurek JA, Hailpern SM, Goring T, Nordin C. Prevalence of hemoglobin A1c greater than 6.5% and 7.0% among hospitalized patients without known diagnosis of diabetes at an urban inner city hospital. J Clin Endocrinol Metab. 2010;95:1344-8. doi: 10.1210/jc.2009-1151.

Greci LS, Kailasam M, Malkani S, Katz DL, Hulinsky I, Ahmadi R, et al. Utility of HbA(1c) levels for diabetes case finding in hospitalized patients with hyperglycemia. Diabetes Care. 2003;26:1064-8. doi: 10.2337/diacare.26.4.1064.

Kufeldt J, Kovarova M, Adolph M, Staiger H, Bamberg M, Häring HU, et al. Prevalence and distribution of diabetes mellitus in a maximum care hospital: Urgent Need for HbA1c-Screening. Exp Clin Endocrinol Diabetes. 2017; 126: 123-9. doi: 10.1055/s-0043-112653

Nanayakkara N, Nguyen H, Churilov L, Kong A, Pang N, Hart GK, et al. Inpatient HbA1c testing: A prospective observational study. BMJ Open Diabetes Res Care. 2015; 3:e000113. doi: 10.1136/bmjdrc-2015-000113

Wexler DJ, Nathan DM, Grant RW, Regan S, Van Leuvan AL, Cagliero E. Prevalence of elevated hemoglobin A1c among patients admitted to the hospital without a diagnosis of diabetes. J Clin Endocrinol Metab. 2008;93: 4238-44. doi: 10.1210/jc.2008-1090

Müller-Wieland D, Merkel M, Hamann A, Siegel E, Ottillinger B, Woker R, et al. Survey to estimate the prevalence of type 2 diabetes mellitus in hospital patients in Germany by systematic HbA1c measurement upon admission. Int J Clin Pract. 2018; 72:e13273. doi: 10.1111/ijcp.13273

Downloads

Publicado

01-07-2024

Como Citar

1.
Martins JD, Ambrósio AR, Pina H, Abreu C, Pêgo H, Guerra S, Valadas C, Martos Gonçalves F. Rastreio de Diabetes e Pré-Diabetes em Doentes Hospitalizados num Serviço de Medicina Interna. RPMI [Internet]. 1 de Julho de 2024 [citado 14 de Julho de 2024];31(2):49-53. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/2363

Edição

Secção

Artigos Originais

Categorias