Diretivas Antecipadas de Vontade (DAV): Necessidade Premente de (In)Formação para Aumento de Adesão

Autores

  • Ana Valadas Serviço de Medicina I, Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, Hospital de Santa Maria, Lisboa, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.24950/rspmi.617

Palavras-chave:

Cuidados em fim de vida, Diretivas Antecipadas, Testamento vital

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

“Só há 33 mil pessoas com um testamento vital válido registado em Portugal”, notícia redigida por Alexandra Campos, publicada no jornal Público a 15 de abril de 2022. [consultado abril 2022] Disponível em: https://www. publico.pt/2022/04/15/sociedade/noticia/so-ha-33-mil-pessoas-testamento-vital-valido-registado-portugal-2002643

Documento “Diretiva Antecipada de Vontade (DAV)”, publicado no site oficial do Registo Nacional do Testamento Vital (RENTEV [consultado abril 2022] Disponível em: https://www.spms.min-saude.pt/wp-content/uploads/2014/06/Rentev_form_v0.4.12.pdf

Instituto Nacional de Estatística. [consultado abril 2022]Disponível em: https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_indicadores&indO corrCod=0008258&contexto=bd&selTab=tab2

Downloads

Publicado

22-09-2022

Como Citar

1.
Valadas A. Diretivas Antecipadas de Vontade (DAV): Necessidade Premente de (In)Formação para Aumento de Adesão. RPMI [Internet]. 22 de Setembro de 2022 [citado 6 de Outubro de 2022];29(3):239-40. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/617

Edição

Secção

Cartas ao Editor

Categorias