Liderança: A Importância de Algo que Não Existe; O Caso Especial das Instituições de Saúde

Autores

  • Jorge Vasconcellos e Sá MBA Drucker School / PhD Columbia University / Jean Monnet Chair; Professor at Swiss Business School / AESE (IESE) / University of Lisbon, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.24950/Opiniao/JorgeVasconcelloseSa/2/2020

Palavras-chave:

Liderança, Organização e Adminstração

Resumo

Se inserirmos a palavra liderança no google, aparecem mi- lhares de entradas: livros, artigos, ensaios, de tudo um pouco.
Contudo em hospitais e outras instituições de saúde o tema é secundarizado, senão minimizado.
Médicos? Contratam-se os melhores. Enfermeiros? O mais criteriosamente possível. Outros técnicos? Idem. Gestores? Umas pessoas “simpáticas”, bem-educadas, uns “jeitosos” sem se ter uma noção clara para quê. De quais são em con- creto as suas funções.
As razões são dois erros. O primeiro erro é não se saber o que é (e a importância) da gestão. O segundo erro é acreditar que se sabe, mas não se sabe, nomeadamente acreditar que nas “knowledge institutions” (i.é., organizações intensivas em conhecimento) o que conta é o know-how dos cientistas e téc- nicos e não a organização para os fazer mais produtivos. Para facilitar o seu trabalho.
Donde as questões: será que a liderança se aplica a insti- tuições de conhecimento (em geral) e de saúde (em particular)? Porquê? E o que é liderança? E porque é que Peter Druck- er, fundador da gestão moderna, dizia simultaneamente que a liderança não existe, mas é fundamental? Como pode isto ser?
Comecemos pelo princípio

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Drucker PF. The age of discontinuity: guidelines to our changing society. New York: Harper & Row publishers; 1968.

Sá JV. Shakespeare, Henry V and the lessons for management. Vida Económica; 2011

Caspi A, Harrington H, Milne B, Amell JW, Theodore RF, Moffitt TE. Children's behavioral styles at age 3 are linked to their adult personality traits at age 26. J Pers. 2003;71:495-513. doi:10.1111/1467-6494.7104001. 4. Drucker PF. Management. New York: HarperCollins; 2008.

Byrne JA, Welch J. Jack: straight from the gut, New York: Warner Books; 2001.

Bloom N, Sadun R, Van Reenen JM., Management as a Technology?, Harvard Business School Strategy Unit Working Paper No. 16-133; Stanford University Graduate School of Business Research Paper No. 16-27; Octo- ber 8, 2017

Kahneman D. Thinking, Fast and Slow. London: Penguin Random House; 2011.

Thaler RH. Misbehaving: the making of behavioural economics. London: Penguin Random House; 2015.

Sá JV. There is no leadership: only effective management – Lessons from Lee’s perfect battle, Xenophon’s Cyres the Great and the practice of the best managers in the world. Vida Económica; 2012

Downloads

Publicado

05-12-2021

Como Citar

1.
Vasconcellos e Sá J. Liderança: A Importância de Algo que Não Existe; O Caso Especial das Instituições de Saúde. RPMI [Internet]. 5 de Dezembro de 2021 [citado 11 de Agosto de 2022];27(2):114-23. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/154

Edição

Secção

Artigo de Opinião