Hospitalização Domiciliária, uma Alternativa ao Internamento Convencional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24950/rspmi.2022.01.288

Palavras-chave:

Hospitalização, Medicina Interna, Serviços de Assistência Domiciliar, Serviços Hospitalares

Resumo

Em Portugal, a primeira unidade de hospitalização domiciliária foi formada no Hospital Garcia de Orta em 2015, estavam criadas 24 unidades nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde em 2019 e o objectivo seria abrir mais 10 unidades até final de 2021. Esta modalidade de internaento é considerado como uma alternativa válida ao internamento hospitalar convencional, caracterizada pela prestação de cuidados de saúde de nível hospitalar no domicílio, proporcionando uma abordagem personalizada e adaptada à realidade individual de cada doente no seu meio habitual. A ligação directa entre a equipa de saúde, o doente e os seus cuidadores fora do ambiente hostil do hospital, e ao mesmo tempo sem perder a segurança e a qualidade dos cuidados, permite reforçar a humanização da Medicina, melhorar a percepção da doença e criar oportunidades de educação e promoção da saúde únicas, personalizadas para aquele doente ou família. O envelhecimento da população e o aumento da prevalência das doenças crónicas geram uma pressão crescente no número de camas hospitalares disponíveis. Na perspectiva de sustentabilidade do SNS, a hospitalização domiciliária reduz os custos e as complicações inerentes à hospitalização convencional, podendo ser uma solução para o problema de sobrelotação, com as vantagens clínicas para o doente. Apesar da progressão nacional, a hospitalização domiciliária continua a ser pouco conhecida pela população e pelos profissionais, pretende-se com este artigo realçar e divulgar as particularidades deste serviço de qualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Direção Geral da Saúde. Hospitalização Domiciliária em Idade Adulta: Norma nº 020/2018. Lisboa: DGS; 2018.

Delerue F, Correia J. Hospitalização Domiciliária mais um Desafio para a Medicina Interna. Rev Soc Med Intern. 2018. doi: 10.24950/rspmi/Op/1/2018.

Cunha V, Escarigo MC, Correia J, Nortadas R, Azevedo PC, Beirão P, et al. Hospitalização Domiciliária: Balanço de um Ano da Primeira Unidade Portuguesa. Revista da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna. 2017;26:15- 7. doi: 10.24950/rspmi/O112/17/2017.

Estratégia de implementação de Unidades de Hospitalização Domiciliária no Serviço Nacional de Saúde. Despacho n.º 9323-A/2018. Artigos 3-6o, 8o, 12o.

Azevedo P. A hospitalização Domiciliária na Pandemia COVID-19. Gazeta Méd.2020;2: 132-7. doi: 10.29315/gm.v7i2.356

Maaravi Y, Cohen A, Hammerman-Rozenberg R, Stessman J. Home Hospitalization. Long-Term Care Around The Globe. 2002. https://doi. org/10.1016/S1525-8610(04)70424-7

Voudris KV, Silver MA. Home Hospitalization for Acute Decompensated Herat Failure: Opportunities and Strategies for Improved Health Outcomes. Healthcare. 2018;6:31. doi: 10.3390/healthcare6020031.

Salazar A, Estrada C, Porta R, Lolo M, Tomas S, Alvarez M. Home hospitalization unit: an alternative to standard inpatient hospitalization from the emergency department. Eur J Emerg Med. 2009;16:121-3. doi: 10.1097/ MEJ.0b013e32831cbae2.

Leff B, Burton L, Mader SL, Naughton B, Burl J, Inouye SK, et al. Hospital at home: feasibility and outcomes of a program to provide hospital-level care at home for acutely ill older patients. Ann Intern Med. 2005;143:798-808. doi: 10.7326/0003-4819-143-11-200512060-00008.

Alves M. “Hospital at Home”: A Realidade Dentro e Fora de Portugal. Rev Soc Med Intern. 2016;23:40-3.

Lei de Bases da Saúde Lei nº 95/2019 de 4 de Setembro. Base 2-4, 28.

Varney J, Weiland TJ, Jelinek G. Efficacy of hospital in the home services providing care for patients admitted from emergency departments: an integrative review. Int J Evid Based Healthc. 2014;12:128-41. doi: 10.1097/ XEB.0000000000000011.

Nortadas R, Azevedo P, Cunha V, Delerue F. A Hospitalização Domiciliária e a COVID-19. Rev Soc Med Intern. 2020; especial COVID. [consultado Out 2021] Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/ view/244

Delerue F. A Evolução da Hospitalização Domiciliária em Portugal. [consultado Out 2021] Disponível em: https://www.spmi.pt/a-evolucao-da- -hospitalizacao-domiciliaria-em-portugal

Xete D. Patologia Oncológica e Hospitalização Domiciliária: Um Novo Horizonte? Rev Soc Med Intern. 2020;27:302-6

Downloads

Publicado

22-03-2022

Como Citar

1.
Chan S. Hospitalização Domiciliária, uma Alternativa ao Internamento Convencional. RPMI [Internet]. 22 de Março de 2022 [citado 25 de Maio de 2022];29(1):53-6. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/518

Edição

Secção

Pontos de Vista