Cesário Verde, a Doença e a Medicina

Autores

  • Francisco Sobral do Rosário Projeto de Humanidades Médicas, Universidade de Lisboa, Lisboa, Portugal; Serviço de Endocrinologia, Hospital da Luz-Lisboa, Lisboa, Portugal https://orcid.org/0000-0002-6682-0867

DOI:

https://doi.org/10.24950/PV/FRosario/2/2021

Palavras-chave:

Empatia, Medicina Narrativa, Tuberculose

Resumo

Cesário Verde, poeta português do século XIX faleceu aos 31 anos por tuberculose. A sua curta vida foi dividida entre a atividade poética, mal reconhecida em vida, e a atividade comercial. Este trabalho procura refletir acerca do papel que a doença representou no seu percurso poético, a difícil relação com a Medicina e, finalmente, na importância que a relação médico-doente pode assumir.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Serrão J. Obra Completa de Cesário Verde. Lisboa: Livros Horizonte; 1992

Figueiredo JP. A vida de Cesário Verde. Lisboa: Editorial Presença; 1986.

Buescu HC. Introdução à obra de Cesário Verde. In: Carlos Reis, coordenadores. Cânticos do Realismo – O Livro de Cesário Verde. Biblioteca Fundamental da Literatura Portuguesa. Lisboa: Imprensa Nacional Casa da Moeda; 2015.

Downloads

Publicado

18-06-2021

Como Citar

1.
Sobral do Rosário F. Cesário Verde, a Doença e a Medicina. RPMI [Internet]. 18 de Junho de 2021 [citado 20 de Abril de 2024];28(2):197-201. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/67

Edição

Secção

Pontos de Vista