De Caso Social à Neurocirurgia: A Propósito de um Caso de Pan-Hipopituitarismo

Autores

  • Ana Margarida Fernandes Serviço de Medicina Interna, Centro Hospitalar de Vila Nova Gaia/Espinho, Portugal
  • Pedro Mesquita Oliveira Serviço de Medicina Interna, Centro Hospitalar de Vila Nova Gaia/Espinho, Portugal
  • Gustavo Rocha Serviço de Endocrinologia, Centro Hospitalar de Vila Nova Gaia/Espinho, Portugal
  • Manuela Sequeira Serviço de Medicina Interna, Centro Hospitalar de Vila Nova Gaia/Espinho, Portugal
  • Fernando Rosas Vieira Serviço de Medicina Interna, Centro Hospitalar de Vila Nova Gaia/Espinho, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.24950/rspmi.806

Palavras-chave:

Diabetes Insípida, Hipernatremia, Hipopituitarismo, Poliúria

Resumo

O pan-hipopituitarismo resulta da diminuição/ausência de função
hipofisária e o seu reconhecimento é desafiante. Apresentamos o
caso de uma doente do sexo feminino, 42 anos, parcialmente dependente,
oligofrénica, obesa, de baixa estatura, foi trazida ao Serviço
de Urgência por gonartrose. Após alta médica, ficou internada por
motivos sociais. A constatação de polidipsia, poliúria e amenorreia
primária levou ao estudo complementar que favoreceu pan-hipopituitarismo.
A ressonância magnética cerebral revelou uma lesão quística,
compatível com quisto aracnoideu congénito volumoso, responsável
pelo quadro. Iniciou tratamento médico, cirúrgico e reabilitação
motora, encontrando-se em vigilância em consulta multidisciplinar. A
abordagem precoce do atraso de crescimento e alterações cognitivas
poderia ter alterado o percurso de vida desta doente. O contexto
socioeconómico deficitário permitiu arrastar este quadro mas foi também
o desencadeante da investigação clínica. Pretendemos salientar
o polimorfismo clínico do pan-hipopituitarismo e a necessidade de um
elevado índice de suspeição, mesmo em contextos sociais difíceis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Larson A, Nokoff NJ, Meeks NJ. Genetic causes of pituitary hormone deficiencies. Discov Med. 2015; 19: 175-83.

Rose BD, Post TW. Clinical physiology of acid-base and electrolyte disorders. 5th ed. New York: McGraw-Hill; 2001.

Carmody D, Hannon MJ, Thompson C. Vasopressin, diabetes insipidus and the syndrome of inapropriate antidiuretic hormone secretion. In:

Jameson JL, De Groot LJ, editors. Endocrinology: Adult and Pediatric. 6th ed. Vol. 21. Philadelphia: Saunders Elsevier; 2010. p. 386-99.

Hannon MJ, Thompson C. Hyponatremia and Hypernatremia. In: Jameson JL, De Groot LJ, editors. Endocrinology: Adult and Pediatric.

th ed. Vol. 21. Philadelphia: Saunders Elsevier; 2010. p. 2053-62.

Robinson AG, Verbalis JG. Posterior pituitary. In: Kronenderg HM, Melmed S, Polonsky KS, Larsen PR, editors. Williams Textbook of Endocrinology. 11th ed. Vol.9. Philadelphia: Saunders Elsevier; 2008. p. 263-95.

Oiso Y, Robertson GL, Norgaard JP, Juul KV. Clinical review: Treatment of neurohypophyseal diabetes insipidus. J Clin Endocrinol Metab. 2013; 98:3958.

De Boer H, Blok GJ, Van Der Veen EA. Clinical aspects of growth hormone deficiency in adults. Endocr Rev. 1995; 16:63.

Practice Committee of the American Society for Reprodutive Medicine. Current evaluation of amenorrhea. Fertil Steril. 2008: ; 90(5

Suppl):S219-25.

Ficheiros Adicionais

Publicado

30-06-2016

Como Citar

1.
Fernandes AM, Mesquita Oliveira P, Rocha G, Sequeira M, Rosas Vieira F. De Caso Social à Neurocirurgia: A Propósito de um Caso de Pan-Hipopituitarismo. RPMI [Internet]. 30 de Junho de 2016 [citado 23 de Abril de 2024];23(2):102-4. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/806

Edição

Secção

Casos Clínicos

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)