Artrite Reativa num Doente Idoso com Infeção por Clostridium Difficile

Autores

  • Válter R. Fonseca Clínica Universitária de Medicina II, CHLN – Hospital de Santa Maria, Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.
  • Francisca Vieira Clínica Universitária de Medicina II, CHLN – Hospital de Santa Maria, Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.
  • Marisa Teixeira Silva Clínica Universitária de Medicina II, CHLN – Hospital de Santa Maria, Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.
  • Rui Vitorino Clínica Universitária de Medicina II, CHLN – Hospital de Santa Maria, Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.

DOI:

https://doi.org/10.24950/rspmi.875

Palavras-chave:

Artrite Reativa, Clostridium difficile

Resumo

Introdução: A artrite reativa é um processo inflamatório asséptico
que ocorre após uma infeção bacteriana gastrointestinal ou genitourinária. O Clostridium difficile tem sido um dos agentes mais
raramente associados ao desenvolvimento de artrite reativa, apesar da sua crescente importância epidemiológica.
Caso Clínico: Homem de 94 anos, admitido por colite a C. difficile
uma semana após internamento hospitalar por traqueobronquite a Staphylococcus. aureus. Ao oitavo dia de internamento desenvolve quadro de oligoartrite. Após exclusão de causas sépticas,
microcristalinas e degenerativas assumiu-se o diagnóstico de artrite reativa associada a C. difficile, tendo-se iniciado terapêutica
com naproxeno obtendo-se remissão da sintomatologia.
Conclusão: A artrite reativa associada a C. difficile caracteriza-sepor um quadro clínico semelhante ao descrito para as restantes
formas de artrite reativa, contudo com algumas particularidadesepidemiológicas, clínicas e fisiopatológicas. Este caso ilustra a necessidade de equacionar este diagnóstico diferencial em doentes idosos internados e com queixas osteoarticulares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Toivanen A, Toivanen P. Reactive Arthritis. Best Pract Res Clin Rheumatol 2004; 18: 689-703.

Hannu T. Reactive arthritis. Best Pract Res Clin Rheumatol. 2011; 25: 347-357.

Jacobs A, Barnard K, Fishel R, Gradon JD. Extracolonic manifestations of Clostridium difficile infections. Presentation of two cases and review

of the literature. Medicine. 2001; 80: 88-101.

Prati C, Bertolini E, Toussirot E, Wendling D. Reactive arthritis due to Clostridium difficile. Joint Bone Spine. 2010; 77: 190-2.

Townes JM. Reactive arthritis after enteric infectious in the United States: The problem of definition. Clin Infect Dis 2010; 50: 247-54.

Correia L, Monteiro R, Alfaro T, Simão A, Carvalho A, Costa N, et al. Doença associada ao Clostridium difficile – aumento dramático da

incidência em doentes internados. Rev Port Med Intern. 2012; 19: 61-8.

Puttermann CH, Rubinow A. Reactive arthritis associated with Clostridium difficile pseudomembranous colitis. Semin Arthritis Rheum.

; 22: 420-6.

Keat A. Reiter´s syndrome and reactive arthritis in perspective. N Engl J Med. 1983; 309: 1606-15.

Case Records of the Massachussets General Hospital: A 70-year-old man with diarrhea, polyarthritis, and a history of Reiter´s syndrome. N

Engl J Med 1998; 338: 1830-6.

Ficheiros Adicionais

Publicado

31-03-2015

Como Citar

1.
Fonseca VR, Vieira F, Teixeira Silva M, Vitorino R. Artrite Reativa num Doente Idoso com Infeção por Clostridium Difficile. RPMI [Internet]. 31 de Março de 2015 [citado 19 de Junho de 2024];22(1):20-2. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/875

Edição

Secção

Casos Clínicos

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)