Insuficiência Respiratória Aguda

Autores

Palavras-chave:

Insuficiência Respiratória, Serviço de Urgência Hospitalar

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Dantas J, Morais R, Vaz R, Verdasca I. Insuficiência Respiratória Aguda: Dúvidas Existenciais do Internato em Medicina Interna. Rev Soc Port Med Interna. 2019; 26: 232–37. doi:10.24950/rspmi/Revisao/229/18/3/2019

Stefan M, Shieh M-S, Pekow P, Rothberg MB, Steingrub JS, Lagu T, et al. Epidemiology and outcomes of acute respiratory failure in the United States, 2001 to 2009: A National Survey. J Hosp Med. 2013; 8: 76–82. doi: 10.1002/jhm.2004.

Matkovic Z, Huerta A, Soler N, Domingo R, Gabarrús A, Torres A, et al. Predictors of adverse outcome in patients hospitalised for exacerbation of chronic obstructive pulmonary disease. Respiration. 2012; 84: 17–26. doi: 10.1159/000335467.

Bellani G, Laffey JG, Pham T, Fan E, Brochard L, Esteban A, et al. Epidemiology, patterns of care, and mortality for patients with acute respiratory distress syndrome in intensive care units in 50 countries. JAMA. 2016; 315: 788–800. doi: 10.1001/jama.2016.0291.

Scala R, Heunks L. Highlights in acute respiratory failure. Eur Respir Rev. 2018; 27: 180008. doi: 10.1183/16000617.0008-2018.

Downloads

Publicado

07-02-2022

Como Citar

1.
Martins A. Insuficiência Respiratória Aguda. RPMI [Internet]. 7 de Fevereiro de 2022 [citado 23 de Abril de 2024];26(4):342-3. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/343

Edição

Secção

Cartas ao Editor

Artigos Similares

Também poderá iniciar uma pesquisa avançada de similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)