Nutrição entérica de longa duração por gastrostomia endoscópica percutânea

Autores

  • Helena Cortez-Pinto Assistente Hospitalar de Gastrenterologia Serviço de Medicina lI e Grupo de Nutrição do Hospital de San­ta Maria, Lisboa
  • M. Lourdes Tavares Assistente Hospitalar Graduada de Medicina Interna Serviço de Medicina II e Grupo de Nutrição do Hospital de San­ta Maria, Lisboa
  • M. Ermelinda Camilo Assistente Hospitalar Graduada de Gastrenterologia, Serviço de Medicina II e Grupo de Nutrição do Hospital de San­ta Maria, Lisboa
  • Miguel Carneiro de Moura Director de Serviço, Serviço de Medicina II e Grupo de Nutrição do Hospital de San­ta Maria, Lisboa

Palavras-chave:

neoplasia da faringe, nutrição entérica, gastrostomia endoscópica percutânea

Resumo

A nutrição entérica de longa duração exige uma via de acesso com o maior conforto e eficácia. Estes objectivos são conseguidos através da gas­ trostomia endoscópica percutânea, conforme ilus­ trado por este caso de um doente comfaringos­ toma, após cirurgia por neoplasia de faringe. A nutrição entérica pela gastrostomia foi man­tida durante 14 meses, sem complicações, per­mitindo a retoma de vida activa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Camilo ME. Manual de nutrição clínica. Ed. Hospital de Santa Maria, 1985

Payne-James J. Enteral nutrition: tubes and techniques of deli­very. ln Payne-James J, Grimble G, Silk D. eds. Artificial Nutrition Support in Clinical Practice. London: Edward Ar­nold. 1995 197-213

Clevenger FW, Rodriguez DJ. Decision-making for enteral fee­ ding administration: the why behind where and how. Nutr Clin Pract 1995; 10:104-113.

Ponsky JL, Gauderer MWL. Percutaneous endoscopic gastros­tomy. Gastrointest Endosc 1981; 27: 9-11.

ASPEN Board of directors. Guidelines for the use of parenteral and enteral nutrition in adult and pediatric patients. JPEN 1993; 17 (4 Suppl): 1SA-52SA.

Elia M. An international perspective on artificial nutritional su­pport in the community. Lancet 1995; 345: 1345-1349.

de Lédinghen V, Beau P, Labat J, Ingrand P. Compared effects of enteral nutrition by percutaneous endoscopic gastrostomy in cancer and in non-cancer patients: a long-term study. Clin Nutr 1995; 14 17-22.

Lerebours F, Guedon C, Dieu B, Colin R. Prolonged home en­teral feeding. Rev Pract 1991; 41 710-714.

Ficheiros Adicionais

Publicado

30-06-1997

Como Citar

1.
Cortez-Pinto H, Tavares ML, Camilo ME, Carneiro de Moura M. Nutrição entérica de longa duração por gastrostomia endoscópica percutânea. RPMI [Internet]. 30 de Junho de 1997 [citado 23 de Julho de 2024];4(2):89-91. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/2204

Edição

Secção

Casos Clínicos

Artigos Similares

Também poderá iniciar uma pesquisa avançada de similaridade para este artigo.