Púrpura De Henoch-Schonlein na Idade Avançada: Olhar Além da Pele

Autores

  • Sofia Moura de Azevedo Serviço de Medicina Interna, Centro Hospitalar Universitário do Porto, Porto, Portugal https://orcid.org/0000-0001-9832-6348
  • Diana Isabel Rocha Serviço de Medicina Interna, Centro Hospitalar Universitário do Porto, Porto, Portugal https://orcid.org/0000-0001-5641-290X
  • Manuela Vidigal Bertão Serviço de Medicina Interna, Centro Hospitalar Universitário do Porto, Porto, Portugal https://orcid.org/0000-0003-1331-4925
  • Álvaro Ferreira Serviço de Medicina Interna e Unidade de Imunologia Clínica, Centro Hospitalar Universitário do Porto, Porto, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.24950/rspmi.2022.01.236

Palavras-chave:

Adulto, Idoso, Insuficiência Renal, Vasculite IgA

Resumo

A púrpura de Henoch-Schonlein (PHS) é um subtipo de vasculite cutânea de pequenos vasos que se caracteriza tipicamente pela deposição de IgA nas paredes dos vasos o que origina as lesões petequiais/purpúricas palpáveis, sem trombocitopenia, tipicamente nas extremidades inferiores. Clinicamente manifesta-se pela tétrade de púrpura palpável, artrite/artralgias, sintomas gastrointestinais e lesão renal. Infeções, medicações e neoplasia são alguns dos triggers reconhecidos, embora a fisiopatologia ainda não esteja totalmente esclarecida. A morbilidade relaciona-se com evolução para doença renal crónica por glomerulonefrite. A PHS é muito comum nas crianças, mas rara em adultos e idosos. Por este motivo, apresentamos dois casos de PHS em dois doentes com idade superior a 60 anos e com envolvimento renal e intestinal. É importante contemplarmos este diagnóstico, mesmo – e particularmente – na população adulta pela importante morbimortalidade associada ao envolvimento renal nesta faixa etária, ao contrário do que acontece na população pediátrica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Daripally VK, Shah NS. Henoch-Schönlein purpura: a rare vasculitis in older adults.J R Coll Physicians Edinb. 2012;42:124-7.

Kushner, J, Posnick, D, Mones, JM, Ros, A. An unusual case of Henoch- -Schönlein purpura in an elderly male. J Am Osteopathic Coll Dermatol. 2014. 30: 26-8.

Hetland LE, Susrud KS, Lindahl KH, Bygum A. Henoch-Schönlein purpura: a literature review. Acta Derm Venereol. 2017;97:1160-6.

Klair JS, Kaur A, Achanta LM. A rare cause of rash in elderly: diagnostic dilemma. BMJ Case Rep. 2014 ;2014:bcr2014205601. doi: 10.1136/bcr2014-205601.

Soriano A, Galati G, Vespasiani-Gentilucci U, Gallo P, de Vincentis A, Picardi A, Afeltra A. A case of Henoch-Schönlein purpura in the elderly: not just a a second childhood. Aging Clin Exp Res. 2012;24:559-60.

Chowdhury M, Arafat S, Hussain A. Henoch-Schonlein Purpura in an Elderly Women Presenting with Severe GI Bleeding: A case report. J Bangladesh Coll Phys Surg. 2010; 26: 100-2. doi: 10.3329/jbcps.v26i2.4189

Mak SK, Au Sy. Henoch-Schonlein purpura in na elderly lady: A case report and literature review. J Hong Kong Geriatr Soc. 1999; 9:23-8.

Schaier M, Freitag J, Dikow R, Sommerer C, Gross-Weissmann ML, Waldherr R,et al. Henoch-Schönlein purpura in adults is not uncommon in elderly patients with an adverse prognosis. Clin Nephrol. 2011;76:49-56.

Rasmussen C, Tisseyre M, Garon-Czmil J, Atzenhoffer M, Guillevin L, Salem JE,et al. Drug-induced IgA vasculitis in children and adults: Revisiting drug causality using a dual pharmacovigilance-based approach. Autoimmun Rev. 2021; 20:102707.

Lerkvaleekul B, Treepongkaruna S, Saisawat P, Thanachatchairattana P, Angkathunyakul N, Ruangwattanapaisarn N, et al. Henoch-Schönlein purpura from vasculitis to intestinal perforation: A case report and literature review. World J Gastroenterol. 2016;22:6089-94. doi: 10.3748/wjg.v22.i26.6089.

Downloads

Publicado

22-03-2022

Como Citar

1.
Moura de Azevedo S, Rocha DI, Vidigal Bertão M, Ferreira Álvaro. Púrpura De Henoch-Schonlein na Idade Avançada: Olhar Além da Pele. RPMI [Internet]. 22 de Março de 2022 [citado 25 de Maio de 2022];29(1):33-6. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/513

Edição

Secção

Casos Clinicos