Doença Renal Crónica Subdiagnosticada em Doentes Diabéticos

Autores

  • Juliana Silva Serviço de Medicina, Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, Vila Nova de Gaia, Portugal
  • Ana Raquel Barreira Serviço de Medicina, Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, Vila Nova de Gaia, Portugal
  • Tatiana Fonseca Serviço de Medicina, Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, Vila Nova de Gaia, Portugal
  • Maria Ana Canelas Serviço de Medicina, Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, Vila Nova de Gaia, Portugal
  • Ana Mondragão Serviço de Medicina, Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, Vila Nova de Gaia, Portugal
  • Sara Pipa Serviço de Medicina, Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, Vila Nova de Gaia, Portugal
  • Luís Andrade Serviço de Medicina, Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, Vila Nova de Gaia, Portugal
  • Olga Gonçalves Serviço de Medicina, Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, Vila Nova de Gaia, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.24950/rspmi.801

Palavras-chave:

Albuminúria, Biomarcadores, Creatinina, Diabetes Mellitus, Insuficiência Renal Crónica/diagnóstico, Nefropatias Diabéticas/diagnóstico

Resumo

Introdução: A diabetes mellitus é uma das principais causas de doença
renal crónica, sendo esta muitas vezes subvalorizada. O objetivo deste
trabalho foi estudar a prevalência da doença renal crónica em doentes
com diabetes mellitus tipo 2, mesmo tendo creatinina sérica normal.
Material e Métodos: Trata-se de um estudo observacional retrospetivo,
com revisão do processo clínico e resultados analíticos, dos
doentes seguidos numa consulta externa de Medicina - Diabetes
durante o ano de 2014.
Resultados: Englobou um total de 483 doentes, 60% dos quais
mulheres, com média de idades de 65 ± 10,6 anos. Dos doentes
incluídos, 31,7% (pela fórmula MDRD4) e 28,0% (pela fórmula
Crockcoft-Gault) apresentavam doença renal crónica (taxa de filtração
glomerular (TFG) < 60 mL/min/1,73 m2). Segundo a fórmula
MDRD4, a distribuição pelos diferentes estádios foi a seguinte:
estádio 3a 13,9%, 9,1% no estádio 3b, 6,8% no estádio 4 e 1.9%
no estádio 5; e pela fórmula Crockcoft-Gault 11,6%, 7,9%, 4,1% e
1,7% respetivamente. Apenas 44,4% e 43,7% daqueles com TFG
< 60 mL/min/1,73 m2, de acordo com as fórmulas MDRD4 e CCG,
apresentavam creatinina sérica superior a 1,5 mg/dL, e em apenas
58,0% deles a doença renal crónica estava reconhecida. Verificou-se
a presença de microalbuminúria em 113 doentes (23,4%), dos quais
48 (MDRD4) e 40 (CCG) com TFG < 60 mL/min/1,73 m2.
Conclusão: Este estudo revelou que a doença renal crónica se encontra
subdiagnosticada e que a microalbuminúria surge precocemente,
numa fase em que a creatininémia e TFG podem ainda estar inalteradas.
Pela morbimortalidades associadas, a nefropatia diabética deve
ser rastreada precocemente e medidas de prevenção secundária
devem ser adotadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Rodriguez-Poncelas A, Coll-De Tuero G, Turrò-Garriga O, Barrot-de la Puente J, Franch-Nadal J, Mundet-Tuduri X, et al. Prevalence of chronic kidney disease in patients with type 2 diabetes in Spain: PERCEDIME2 study. BMC Nephrol. 2013, 14:46

Temesgen F, Mehidi K, Tilahun Y. Chronic kidney diasease and underdiagnosis of renal insufficiency among diabetic patients attending a hospital in Southern Ethiopia. BMC Nephrol. 2014, 15:198

Bailey RA, Wang Y, Zhu V, Rupnow MF. Chronic kidney disease in US adults with type 2 diabetes: an updated national estimate of prevalence

based on Kidney Disease: Improving Global Outcomes (KDIGO) staging. BMC Res Notes. 2014;7:415.

Coresh J, Astor BC, Greene T, Eknoyan G, Levey AS. Prevalence of chronic kidney disease and decreases kidney function in the adult US

population: Third National Health and Nutrition Examination Survey. Am J Kidney Dis. 2003, 41:1-12.

Shemesh O, Golbetz H, Kriss JP, Meyers BD. Limitations of creatinine as a filtration marker in glomerulopathic patients. Kidney Int. 1985; 28:830-8.

Gerstein HC, Mann JF, Yi Q, Zinman B, Dinneen SF, Hoogwerf B, et al. Albuminuria and risk of cardiovascular events, death, and heart failure in diabetic and nondiabetic individuals. JAMA. 2001;286:421-6.

Ficheiros Adicionais

Publicado

30-06-2016

Como Citar

1.
Silva J, Barreira AR, Fonseca T, Canelas MA, Mondragão A, Pipa S, Andrade L, Gonçalves O. Doença Renal Crónica Subdiagnosticada em Doentes Diabéticos. RPMI [Internet]. 30 de Junho de 2016 [citado 18 de Abril de 2024];23(2):78-81. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/801

Edição

Secção

Artigos Originais

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)