Disfagia: Uma manifestação pouco frequente de timoma

Autores

  • Pedro Correia Azevedo Serviço de Medicina do Hospital Garcia de Orta
  • Rita Magriço Serviço de Medicina do Hospital Garcia de Orta
  • Henrique Vara Luiz Serviço de Medicina do Hospital Garcia de Orta
  • Tiago Judas Serviço de Medicina do Hospital Garcia de Orta
  • Frederico Sanches Serviço de Medicina do Hospital Garcia de Orta
  • João Namora Serviço de Medicina do Hospital Garcia de Orta

DOI:

https://doi.org/10.24950/rspmi.981

Palavras-chave:

disfagia, Miastenia gravis, timoma

Resumo

A Miastenia gravis é uma doença auto-imune da placa neuro-muscular que raramente se apresenta sob a forma de sintomas
bulbares. Em cerca de 15% dos casos associa-se a neoplasia do
timo, sendo então considerada como síndrome paraneoplásica.
Os autores apresentam o caso de um homem de 51 anos,
anteriormente saudável, internado por disfagia progressiva de
início recente. O exame físico e a avaliação laboratorial não apresentavam alterações. No radiograma torácico observava-se ligeiro
alargamento do mediastino. A tomografia computorizada torácica
revelou aspectos sugestivos de tumor do mediastino anterior. A
endoscopia digestiva alta e a ecoendoscopia não detectaram
alterações. Por suspeita de alteração da motilidade esofágica foi
efectuado electromiograma que foi compatível com Miastenia
gravis. A disfagia reverteu com piridostigmina. A biópsia tumoral
através de toracoscopia confirmou tratar-se de timoma. O doente
foi submetido a quimioterapia neo-adjuvante e, posteriormente a
excisão tumoral, estando actualmente melhorado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Drachman DB. Myasthenia gravis. N Eng J Med 1994; 330: 1797.

Keesey JC. Clinical evaluation and management of Myasthenia gravis. Muscle Nerve 2004; 29: 484.

Goyal RK. Dysphagia in Harrison’s Principles of Internal Medicine 17th edition. McGraw-Hill 2008; 6 (38): 237-240.

Light RW. Disorders of the Pleura and Mediastinum in Harrison’s Principles of Internal Medicine 17th edition. McGraw-Hill 2008; 10 (257): 1658-1661.

Skeie GO, Apostolski S, Evoli A et al. Guidelines for treatment of autoimmune neuromuscular transmission disorders. Eur J Neurol 2010; 17: 893.

Sonobe S, Miyamoto H, Izumi H et al. Clinical usefullness of the WHO histological classification of Thymoma. Ann Thorac Cardiovasc Surg 2005; 11 (6): 367-373.

Masaoka A, Monden Y, Nakahara K et al. Follow-up study of thymomas with special reference to their clinical stage. Cancer 1981; 48 (11): 2485-2492.

Davenport E, Malthaner RA. The role of Surgery in the management of Thymoma: a systematic revew. Ann Thorac Surg 2008; 86: 673.

Wright CD, Choi NC, Waine JC et al. Induction chemoradiotherapy followed by resection for locally advanced Masaoka stage III and IV-A thymic tumors. Ann Thorac Surg 2008; 85: 385.

Lucchi M, Melfi F, Dini P et al. Neoadjuvant chemotherapy for stage III and IV-A thymomas: a single-institution experience with a long follow-up. J Thorac Oncol 2006; 1:308.

Haniuda M, Kondo R, Numanami H et al. Recurrence of thymoma: clinicalpathological features, reoperation and outcome. J Surg Oncol 2001; 78 (3): 183-188.

Cameron RB, Loehrer PJ, Thomas CR. Neoplasms of the Mediastinum in Cancer – Principles and Practice of Oncology 8th edition. Baltimore: Lippincott Williams and Wilkins, Wolters Kluwer 2008; 38: 973-988

Ficheiros Adicionais

Publicado

31-03-2014

Como Citar

1.
Correia Azevedo P, Magriço R, Vara Luiz H, Judas T, Sanches F, Namora J. Disfagia: Uma manifestação pouco frequente de timoma. RPMI [Internet]. 31 de Março de 2014 [citado 25 de Fevereiro de 2024];21(1):26-30. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/981

Edição

Secção

Casos Clínicos

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)