Exantema febril como forma de apresentação de leucemia monocítica aguda

Autores

  • Nuno Marques Serviço de Medicina I dos Hospitais da Universidade de Coimbra
  • Adelaide Deus Serviço de Medicina I dos Hospitais da Universidade de Coimbra
  • Laura Ballesta Serviço de Medicina I dos Hospitais da Universidade de Coimbra
  • Emília Cortesão Serviço de Medicina I dos Hospitais da Universidade de Coimbra
  • Sérgio Almeida Serviço de Medicina I dos Hospitais da Universidade de Coimbra
  • Ana Isabel Espadana Serviço de Medicina I dos Hospitais da Universidade de Coimbra
  • António Aragão Serviço de Medicina I dos Hospitais da Universidade de Coimbra
  • Lèlita Santos Serviço de Medicina I dos Hospitais da Universidade de Coimbra
  • Santos Moreira Serviço de Medicina I dos Hospitais da Universidade de Coimbra
  • Maria Helena Saldanha Serviço de Medicina I dos Hospitais da Universidade de Coimbra

Palavras-chave:

rickettsiose, leucemia cutânea, leucemia monocítica aguda

Resumo

O envolvimento cutâneo está descrito em todas as formas de
leucemia mieloblástica aguda, assim como em outras doenças mieloproliferativas.
Descreve-se o caso clínico de um doente do sexo feminino,
de 70 anos, cuja primeira manifestação de leucemia foi o aparecimento de erupção cutânea generalizada com 5 dias de evolução, acompanhada de febre e mialgias. Epidemiologicamente,
salientava-se o facto de ser feirante e apresentar contacto com
cães e gatos. Objectivamente, encontrava-se febril e com um
exantema máculo-pápulo-nodular generalizado, não pruriginoso,
atingindo palmas das mãos e plantas dos pés. Analiticamente
apresentava trombocitopenia e elevação das aminotransferases e
da desidrogenase láctica. Perante a hipótese diagnóstica de febre
escaro-nodular, a doente é internada num Serviço de Medicina
Interna. A serologia para Rickettsia conorii foi positiva, embora
com título baixo. A presença de mielócitos e metamielócitos no
sangue periférico motivou a realização de um medulograma que
revelou uma leucemia mieloblástica aguda. A biopsia cutânea
demonstrou infiltração por leucemia monocítica aguda. Discutem-se ainda algumas particularidades deste caso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Fitzpatrick T, Johnson R, Wolff K et al. Dermatologia Atlas e Texto. 3ª ed. Santiago do Chile: McGraw-Hill 1998:566-569.

Bacellar F, Beati L, Franca A et al. Israeli spotted fever rickettsia (Rickettsia conorii complex) associated with human disease in Portugal. Emerg Infect Dis 1999; 5:835-836.

Kaye E, Kaye K. Fever and Rash. In Kasper DL, Braunwald E, Fauci AS, Hauser SL, Longo DL, Jameson JL. eds. Harrison`s Principles of Internal

Medicine. 16th ed. New York: McGraw-Hill 2005:108-116.

Bolognia J, Braverman I. Skin Manifestations of Internal Disease. In Kasper DL, Braunwald E, Fauci AS, Hauser SL, Longo DL, Jameson JL. eds.

Harrison`s Principles of Internal Medicine. 16th ed. New York: McGraw-Hill 2005:306-309.

Oliveira J, Côrte-Real R. Rickettsioses em Portugal. Acta Médica Portuguesa 1999; 12: 313-321.

rouqui P, Bacellar F, Baranton G, et al. Guidelines for the diagnosis of tick-borne bacterial diseases in Europe. Clin Microbiol Infect 2004; 10:

-1132.

Wetzler M, Byrd JC, Bloomfield CD. Acute and Chronic Myeloid Leukemia. In Kasper DL, Braunwald E, Fauci AS, Hauser SL, Longo DL, Jameson JL. eds. Harrison`s Principles of Internal Medicine. 16th ed. New York: McGraw-Hill

:631-636.

Buechner SA, Su WPD. Leukemia cutis. In Arndt KA, Robinson JK, Leboit PE, et al, eds. Cutaneous Medicine and Surgery. Philadelphia: WB Saunders 1996: 1670-1673.

Rencic A, Ramanarayanan J. Leukemia Cutis.www.emedicine.com/derm/topic924.htm.Acedido em 02 de Janeiro, 2006.

Reinhard D, Pekrun A, Lakomek M et al. Primary myelosarcomas are associated with a high rate of relapse: report on 34 children from the acute myeloid leukaemia-Berlin-Frankfurt-Munster studies. Br J Haematol 2000; 110: 863-866.

Kaddu S, Zenahlik P, Beham-Schmid C, et al: Specific cutaneous infiltrates in patients with myelogenous leukemia: a clinicopathologic study of 26 patients with assessment of diagnostic criteria. J Am Acad Dermatol 1999; 40:966-978

Ficheiros Adicionais

Publicado

31-03-2008

Como Citar

1.
Marques N, Deus A, Ballesta L, Cortesão E, Almeida S, Espadana AI, Aragão A, Santos L, Moreira S, Saldanha MH. Exantema febril como forma de apresentação de leucemia monocítica aguda. RPMI [Internet]. 31 de Março de 2008 [citado 29 de Novembro de 2023];15(1):20-3. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/1444

Edição

Secção

Casos Clínicos

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>