Literacia em Saúde nos Doentes Hospitalizados num Serviço de Medicina Interna

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24950/O/233/19/2/2020

Palavras-chave:

Comunicação, Hospitalização, Literacia em Saúde

Resumo

Introdução: Literacia em saúde é um tema de popularidade crescente face à relevância e impacto que tem nos re- sultados clínicos. Existem diversas ferramentas de avaliação de literacia em saúde sendo o European Health Literacy Sur- vey Questionnaire (HLS-EU) o mais recentemente aplicado e validado. Graus de literacia consideradas problemáticas ou insuficientes estão associadas a incidência e gravidade pior de doenças, taxas de hospitalização e morbi-mortalidade superior. O objetivo foi aferir o grau de literacia em saúde relativamente aos cuidados de saúde.
Material e Métodos: Aplicação da versão portuguesa do questionário HLS-EU (HLS-PT) aos doentes internados ao cuidado da medicina interna. Incluídos todos os doentes internados ao cuidado da medicina interna, tendo-se excluído de doentes cognitivamente e clinicamente incapazes de responder ao questionário.

Resultados: Foram inquiridos 64 doentes. A amostra era maioritariamente do sexo masculino (57%) com média de idade 71 anos, reformado (71,8%) e com grau de escolaridade baixa (56,2% com formação académica até 1o ciclo). A maioria (68,7%) tinha grau de literacia em saúde problemática ou insuficiente quanto aos cuidados de saúde.

Conclusão: Apesar de se reconhecer que, tanto o ambiente da aplicação do questionário como as características demográficas deste estudo serem diferentes do estudo nacional e europeu, revela-se um resultado preocupante da literacia em saúde de indivíduos hospitalizados com doenças crónicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Kickbusch I. Navigating Health: The Role Of Health Literacy. London: Allian- ce For Health And The Future, International Longevity Centre; 2005.

Sørensen K, Van den Broucke S, Pelikan JM, Fullam J, Doyle G, Slonska Z, et al. Measuring Health Literacy In Populations: Illuminating The De- sign And Development Process Of The European Health Literacy Sur- vey Questionnaire (Hls-Eu-Q). BMC Public Health. 2013;13:948. doi: 10.1186/1471-2458-13-948.

Pedro AR, Amaral O, Escoval A. Literacia Em Saúde, Dos Dados À Ação: Tradução, Validação E Aplicação Do European Health Literacy Survey Em Portugal. Rev Port Saúde Pública. 2016;34:259–75.

Literacia Em Saúde Em Portugal Relatório Síntese. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian; 2016.

Saboga-Nunes L. Cross-Cultural Adaptation And Validation To Portuguese Of The European Health Literacy Survey (HLS-EU-PT). Aten Primaria. 2014, 46: 13

Marques P. Literacia Em Saúde: Avaliação Através do European Health Literacy Survey Em Português Num Serviço De Internamento Hospitalar [Tese de Mestrado]. Lisboa: ISCTE-Business School; 2015.

Espanha R, Avila P. Health Literacy Survey Portugal: a Contribution for the Knowledge on Health and Communications. Procedia Comp Sci.2016; 100: 1033 –41.

O'Bryant SE, Waring SC, Cullum CM, Hall J, Lacritz L, Massman PJ, et al. Staging Dementia Using Clinical Dementia Rating Scale Sum of Boxes Scores. Arch Neurol. 2008; 65: 1091–5. doi: 10.1001/archneur.65.8.1091.

Sequeira C. Cuidar de idosos dependentes. Coimbra: Quarteto Editora; 2007.

Despacho n.o 3618-A/2016, Diário Da República, 2.a Série N.o 49 10 De Março De 2016, 8660-(5)-(6)

Plano De Ação, Literacia Em Saúde -Portugal 2019-2021, Direção de Serviços de Prevenção da Doença e Promoção da Saúde (DSPDPS) Divisão de Literacia, Saúde e Bem-Estar, Direção-Geral da Saúde, 2019. Lisboa: DGS; 2019.

Downloads

Publicado

05-12-2021

Como Citar

1.
Watts Soares A, Maia M, Visconti V, Fernandes A, Espírito Santo J, Oliveira I, Araújo F, Lomelino Araújo J. Literacia em Saúde nos Doentes Hospitalizados num Serviço de Medicina Interna. RPMI [Internet]. 5 de Dezembro de 2021 [citado 3 de Julho de 2022];27(2):124-30. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/155

Edição

Secção

Artigos Originais

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)