Mielinólise Centropôntica e Extrapôntica: Experiência de um Centro de Transplante Hepático

Autores

  • Melissa Alexandre Fernandes Serviço de Medicina 7.2, Hospital Curry Cabral, Lisboa, Portugal
  • Sandra Miranda Faculdade de Medicina, Universidade do Algarve; Algarve, Portugal
  • Paulo Marcelino CEDOC, Universidade Nova de Medicina, Lisboa, Portugal
  • Inês Mega Centro Hepato-Bilio-Pancreático e Transplantação, Hospital Curry Cabral, Lisboa, Portugal
  • João Machado Centro Hepato-Bilio-Pancreático e Transplantação, Hospital Curry Cabral, Lisboa, Portugal
  • Rui Perdigoto Centro Hepato-Bilio-Pancreático e Transplantação, Hospital Curry Cabral, Lisboa, Portugal
  • Eduardo Barroso Centro Hepato-Bilio-Pancreático e Transplantação, Hospital Curry Cabral, Lisboa, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.24950/rspmi.737

Palavras-chave:

Hiponatremia, Mielinólise Centropôntica, Transplante Hepático

Resumo

Introdução: A mielinólise centropôntica e extrapôntica
(MCPEP) é uma síndrome desmielinizante rara. A MCPEP é
mais prevalente em receptores de transplante hepático tendo
um prognóstico desfavorável associado. A correção rápida
de hiponatremia e agentes imunossupressores, como os
inibidores da calcineurina, foram identificados como causas
possíveis para o desenvolvimento desta patologia.
Métodos: Os autores descrevem uma revisão casuística com
cinco casos apresentados em tabela simples de doentes
que no decorrer do internamento na unidade de cuidados
intensivos após transplantação hepática, desenvolveram sinais
e sintomas neurológicos concomitantemente com alterações
imagiológicas identificadas através de ressonância
magnética crânio encefálica compatível com MCPEP.
Resultados: O consumo de etanol em excesso, síndrome de
encefalopatia hepática e hiponatremia foram os 3 pontos
mais comummente identificados no período pré-cirúrgico.
Quatro dos cinco doentes apresentaram, durante o período
intraoperatório, variação dos níveis séricos de sódio superior
aos valores de referência.
Conclusão: De forma de avaliar a prevalência, as manifestações
clinicas e os resultados da patologia, os autores reviram
os casos documentados de MCPEP num centro de
referência de transplantação hepática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Adams RD, Victor M, Mancall EL. Central Pontine Myelinolysis. AMA Arch Neur Psych. 1959;81:154–72.

Busuttil RW, Klintmalm GK. Transplantation of the Liver. 2nd ed. Philadelphia: Elsevier Saunders; 2005.

Wright D, Laureano R, Victor M. Pontine and extrapontine myelinolysis. Brain. 1979;102:361–85.

Morard I, Gasche Y, Kneteman M, Toso C, Mentha A, Meeberg G, et al. Identifying risk factors for central pontine and extrapontine myelinolysis after liver transplantation: a case-control study. Neurocrit Care. 2014;20(2):287–95.

Singh TD, Fugate JE, Rabinstein AA. Central pontine and extrapontine myelinolysis: a systematic review. Eur J Neurol. 2014;21:1443–50.

Capela T, Tavares I, Pereira P, Vigia E, Perdigoto R, Barroso E, et al. Is there a relationship between intraoperative hemodynamic instability and calcineurin inhibitor-related toxicity, early after liver transplantation? A single-center observational study. Transplant Proc. 2014 ; 46: 1789-93.

Guarino M, Decruyenaere J, Schmutzhard E, Weissenborn K, Stracciari A. Neurological problems in liver transplantation. In: European Handbook of Neurological Management. Oxford: Blackwell Publishing;2011. p. 491–9.

Martin RJ. Central pontine and extrapontine myelinolysis: the osmotic demyelination syndromes. J Neurol Neurosurg Psychiatry. 2004;75 Suppl 3:iii22–8.

Newell KL, Kleinschmidt-DeMasters B. Central pontine myelinolysis at autopsy; a twelve year retrospective analysis. J Neurol Sci. 142:134–9.

Ginès P, Guevara M. Hyponatremia in cirrhosis: pathogenesis, clinical significance, and management. Hepatology 2008;48:1002–10.

Biggins SW, Rodriguez HJ, Bacchetti P, Bass NM, Roberts JP, Terrault N. Serum sodium predicts mortality in patients listed for liver transplantation. Hepatology. 2005;41:32–9.

Fukazawa K, Nishida S, Aguina LM, Pretto EA. Central pontine myelinolysis ( CPM ) associated with tacrolimus ( FK506 ) after liver transplantation. Ann Transplant. 2011;16:139–42.

Cascales Campos P, Ramirez P, Gonzalez R, Pons J, Miras M, Sanchez Bueno F, et al. Central pontine and extrapontine myelinolysis: a

rare and fatal complication after liver transplantation. Transplant Proc. 2011;43:2237–8.

Crivellin C, Cagnin A, Manara R, Boccagni P, Cillo U, Feltracco P, et al. Risk Factors for Central Pontine and Extrapontine Myelinolysis After Liver Transplantation: A Single Center Study. Transplantation. 2014; 99: 1257-64.

Telles-Correia D. Candidatos a Transplante Hepático com Doença Hepática Alcoólica. Acta Med Port. 2011; 24:835-44.

Ficheiros Adicionais

Publicado

30-06-2017

Como Citar

1.
Alexandre Fernandes M, Miranda S, Marcelino P, Mega I, Machado J, Perdigoto R, Barroso E. Mielinólise Centropôntica e Extrapôntica: Experiência de um Centro de Transplante Hepático. RPMI [Internet]. 30 de Junho de 2017 [citado 7 de Dezembro de 2022];24(2):119-23. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/737

Edição

Secção

Artigos Originais