A Medicina Interna no Ensino pré-graduado

Autores

  • Lélita Santos 1. Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, Coimbra, Portugal 2.Faculdade de Medicina da Coimbra, Coimbra, Portugal 3. CIMAGO – Centro de Investigação em Meio-Ambiente, Genética e Oncobiologia, Coimbra, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.24950/rspmi/Editorial/2017

Palavras-chave:

.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Porcel JM, Casademont J, Conthe P, Pinilla B, Pujol R, Garcia-Alegria J. Core competencies in Internal Medicine. Eur J Intern Med. 2012;23:338–41.

Vitorino R, Jollie C, McKimm J, coordenadores. O Licenciado Médico em Portugal. Core Graduates Learning Outcomes Project. Lisboa: Faculdade de Medicina de Lisboa; 2015.

Physicians for the twenty-first century. Report of the Project Panel on the General Professional Education of the Physician and College Preparation for Medicine. J Med Educ. 1984; 59:1-208.

The Edimburgh Declaration. Med Educ. 1988; 22:481-2.

Armstrong K, Keating N, Landry M, Crotty B, Philips R, Selker P. Academic general internal medicine: a mission for the future. J Gen Intern Med. 2013;28:845-51.

Resolução n.º 18/2015 de 19 de Março de 2015 do Conselho de Ministros. Diário da República: I série, No 67. [Consultado 2017 set 30].

Disponível em: https://dre.pt/application/file/66934077

Ficheiros Adicionais

Publicado

29-12-2017

Como Citar

1.
Santos L. A Medicina Interna no Ensino pré-graduado. RPMI [Internet]. 29 de Dezembro de 2017 [citado 30 de Maio de 2024];24(4):257-8. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/748

Edição

Secção

Editorial

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>