Pandemia SARS-CoV-2/COVID-19: Controvérsias à Luz da Evidência Científica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24950/PV/297/20/1/2021

Palavras-chave:

COVID-19, Infecções por Coronavírus, Pandemia, Rastreio de Contactos, SARS-CoV-2

Resumo

A pandemia SARS-CoV-2/COVID-19 tem provocado reacções antagónicas entre quem a considera uma infecção benigna e quem a classifica como grave, quem pense que as medidas são excessivas e quem as ache insuficientes. Esta infecção é frequentemente assintomática ou ligeira, e só raramente é grave ou crítica, com uma letalidade duas a três vezes superior à da gripe sazonal. No entanto, o número absoluto de doentes com necessidade de internamento em enfermaria ou Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) é muito variável de região para região, podendo esporadicamente saturar e ultrapassar a capacidade dos sistemas de saúde. A evidência científica sobre as medidas aplicadas com o objectivo de reduzir o número de infecções é reduzida, até pela dificuldade em encontrar grupos de controlo, havendo dados que colocam em dúvida a eficácia, em condições reais, do confinamento, rastreio de contactos, desinfecção de superfícies, objectos e mãos, encerramento de escolas e uso generalizado de máscaras. Foram realizadas intervenções para aumento da capacidade hospitalar, muito embora possam ser insuficientes e não haja ainda no nosso país recomendações bem definidas que evitem internamentos sem benefício. A implementação de um sistema de monitorização e ajuste da capacidade do sistema hospitalar em responder às solicitações, em tempo real, seria benéfica não só na situação actual, mas também para o futuro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Alfano V, Ercolano S. The Efficacy of Lockdown Against COVID-19: A Cross-Country Panel Analysis. Appl Health Econ Health Policy. 2020;18:509-17. doi: 10.1007/s40258-020-00596-3.

Islam N, Sharp SJ, Chowell G, Shabnam S, Kawachi I, Lacey B, et al. Physical distancing interventions and incidence of coronavirus disease 2019: natural experiment in 149 countries. BMJ. 2020 (in press). doi: 10.1136/bmj.m2743.

Chaudhry R, Dranitsaris G, Mubashir T, Bartoszko J, Riazi S. A country level analysis measuring the impact of government actions, country preparedness and socioeconomic factors on COVID-19 mortality and related health outcomes. EClinicalMedicine. 2020;25:100464. doi: 10.1016/j.eclinm.2020.100464.

Riccardo F, Ajelli M, Andrianou X, Bella A, Del Manso M, Fabiani M, et al. Epidemiological characteristics of COVID-19 cases in Italy and estimates of the reproductive numbers one month into the epidemic. medRxiv 2020.04.08.20056861; doi: 10.1101/2020.04.08.20056861

Juneau CE, Briand AS, Pueyo T, Collazzo P, Potvin L. Effective Contact Tracing for COVID-19: A Systematic Review. medRxiv 2020.07.23.20160234; doi: 10.1101/2020.07.23.20160234.

Keeling MJ, Hollingsworth TD, Read JM. Efficacy of contact tracing for the containment of the 2019 novel coronavirus (COVID-19). J Epidemiol Community Health 2020;0:1–6. doi:10.1136/jech-2020-214051

Cao S, Gan Y, Wang C, Bachmann M, Wei S, Gong J, et al. Post-lockdown SARS-CoV-2 nucleic acid screening in nearly ten million residents of Wuhan, China. Nat Commun. 2020 20;11:5917. doi: 10.1038/s41467-020-19802-w.

Goldman E. Exaggerated risk of transmission of COVID-19 by fomites. Lancet Infect Dis 2020 (in press). doi: 10.1016/S1473-3099(20)30561-2.

Mondeli MU, Colaneri M, Seminari EM, Baldanti F, Bruno R. Low risk of SARS-CoV-2 transmission by fomites in real-life conditions. Lancet Infect Dis 2020 (in press). doi: 10.1016/ S1473-3099(20)30678-2

Yang C. Does hand hygiene reduce SARS-CoV-2 transmission? Graefes Arch Clin Exp Ophthalmol. 2020 (in press).doi.org/10.1007/s00417-020-04652-5

Lee B and Raszka WV. COVID-19 Transmission and Children: The Child Is Not to Blame. Pediatrics. 2020;146:e2020004879. doi: 10.1542/peds.2020-004879

Viner RM, Russell SJ, Croker H, Packer J, Ward J, Stansfield C, et al. School closure and management practices during coronavirus outbreaks including COVID-19: a rapid systematic review. Lancet Child Adolesc Health. 2020;4:397-404. doi: 10.1016/S2352-4642(20)30095-X.

Chu DK, Akl EA, Duda S, Solo K, Yaacoub S, Schünemann HJ; COVID-19 Systematic Urgent Review Group Effort (SURGE) study authors. Physical distancing, face masks, and eye protection to prevent person-to-person transmission of SARS-CoV-2 and COVID-19: a systematic review and meta-analysis. Lancet. 2020;395:1973-87. doi: 10.1016/S0140-6736(20)31142-9.

Bundgaard H, Bundgaard JS, Raaschou-Pedersen DT, von Buchwald C, Todsen T, Norsk JB, et al. Effectiveness of Adding a Mask Recommendation to Other Public Health Measures to Prevent SARS-CoV-2 Infection in Danish Mask Wearers : A Randomized Controlled Trial. Ann Intern Med. 2020:M20-6817. doi: 10.7326/M20-6817.

República Portuguesa, Ministério da Administração Interna. Estrutura de Monitorização do Estado de Emergência: Relatório sobre a aplicação da 3.ª declaração do estado de emergência 18 de abril de 2020 a 2 de maio de 2020 [consultado 24 Nov 2020] Disponível em: https://www.parlamento.pt/Documents/2020/maio/relatorio-3-estado-emergencia.pdf Acedido a 24 de Novembro.

República Portuguesa, Serviço Nacional de Saúde. Capacidade SNS: Resposta à Pandemia 26 Outubro 2020. [consultado 24 Nov 2020] Disponível em: https://www.sns.gov.pt/wp-content/uploads/2020/10/Resposta-SNS-Pandemia_26.10.2020_versa%CC%83o-final.pdf.

Rubio O, Estella A, Cabre L, Saralegui-Reta I, Martin MC, Zapata L, et al. Recomendaciones éticas para la toma de decisiones difíciles en las unidades de cuidados intensivos ante la situación excepcional de crisis por la pandemia por COVID-19: revisión rápida y consenso de expertos. Med Intensiva. 2020;44:439-45. doi:10.1016/j.medin.2020.04.006.

Downloads

Publicado

20-09-2021

Como Citar

1.
Tribolet de Abreu T. Pandemia SARS-CoV-2/COVID-19: Controvérsias à Luz da Evidência Científica. RPMI [Internet]. 20 de Setembro de 2021 [citado 3 de Julho de 2022];28(1):66-71. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/90

Edição

Secção

Pontos de Vista