O registo clínico orientado por problemas

Autores

  • J. Vasco Barreto Serviço de Medicina 2 do Hospital Geral de Santo António, Porto
  • Paulo Paiva Serviço de Medicina 2 do Hospital Geral de Santo António, Porto

Palavras-chave:

registo clínico, problemas, Lawrence Weed, Medicina Interna

Resumo

Além das suas dimensões medico-legais, institucionais, investigacionais e pedagógicas, o Registo Clínico é um instrumento
operacional e um componente decisivo dos cuidados médicos,
que contribui para a sua qualidade e a reflecte. Numa tentativa de
se aproximar das práticas das ciências básicas, os médicos têm
procurado encontrar uma forma organizada e racional de executar
os seus registos. Em 1968, Lawrence Weed propôs um sistema
de registo que ficou conhecido como Registo Clínico Orientado
por Problemas, vocacionado sobretudo para as especialidades
generalistas, nomeadamente, e em meio hospitalar, a Medicina
Interna. Nos Serviços de Medicina Interna do Hospital Geral de
Santo António, este é o modelo de registo utilizado. No presente
artigo, os autores revisitam o sistema proposto por Weed e
apresentam-no de uma perspectiva pessoal, à luz do que tem
sido a experiência adquirida ao longo dos anos na instituição onde trabalham.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Lenfant C. Clinical research to clinical practice – lost in translation?, N Engl J Med 2003; 349 : 868-874.

Weed LL. Medical Records that guide and teach, N Engl J Med 1968; 278 : 593-600, 652-657.

Stratmann WC et al. The utility for audit of manual and computerized problem-oriented medical records systems, Health Serv Res 1982; 17-1: 5-26.

Hurst JW. Ten reasons why Lawrence Weed is right, N Engl J Med 1971; 284 : 51-52.

Hurst JW. How to implement the Weed system, Arch Intern Med 1971; 128 : 456-462.

Reed DE. The Weed system and complete records, Arch Intern Med 1971; 129 : 834.

Lynn S. Bickley. Chapter 18: Clinical Reasoning, Assessment, and Plan. In Lynn S. Bickley ed. Bates’ Guide to Physical Examination and History Taking, 8th Edition. Lippincott Williams and Wilkins 2003: 783-800.

Hurst JW. The art and science of presenting a patient’s problems (as an extension of the Weed system), Arch Intern Med 1971; 128 : 463-465

Ficheiros Adicionais

Publicado

30-09-2008

Como Citar

1.
Barreto JV, Paiva P. O registo clínico orientado por problemas. RPMI [Internet]. 30 de Setembro de 2008 [citado 22 de Junho de 2024];15(3):201-6. Disponível em: https://revista.spmi.pt/index.php/rpmi/article/view/1478

Edição

Secção

Artigos de Revisão

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>